Al día en cinco minutos

Resumen diario de los periódicos más influyentes del mundo

Buscar Noticias

Noticias de hoy

Sondagem RTP/Público: Mais de dois terços dos portugueses dão nota negativa à Justiça. Atuação recente da PGR e do MP não agrada a 56%

Numa sondagem da Universidade Católica para a RTP, não existem inquiridos a dar nota máxima ao desempenho da Justiça em Portugal. Mais de metade classificam atuação do MP e PGR como negativa.

Observador |  | Fuente original

Anulada sentença que reconhecia contrato de trabalho entre estafeta e Uber Eats

O Juízo do Trabalho de Lisboa anulou a sentença histórica que reconhecia um contrato de trabalho sem termo entre um estafeta e a Uber Eats, devido à falta de citação da empresa.

Observador |  | Fuente original

Médicos antecipam "tempestade perfeita" no verão, com urgências em risco. Já há escusas a horas extra entregues

Carência crónica e crescente de médicos no verão, somada à entrega de escusas a mais trabalho extra, vai criar muitas dificuldades neste verão, dizem os médicos, que criticam falta de planeamento.

Observador |  | Fuente original

Professores recuperam 50% do tempo de serviço num ano e 100% até 2027. Cinco sindicatos não assinaram acordo

Entre setembro de 2024 e julho de 2025 será reposto 50% do tempo de serviço. A primeira tranche, de 25%, terá um custo de 40 milhões de euros. Sindicatos pediram reuniões suplementares.

Observador |  | Fuente original

Francisco Paupério: "A UE pode receber muito mais imigrantes do que está a receber"

O cabeça de lista do Livre desvaloriza a falta de entusiasmo de Rui Tavares relativamente à sua candidatura. Defende ainda que Portugal se sente com ex-colónias a definir termos da reparação.

Observador |  | Fuente original

PS considera "lamentável" a posição do PSD e CDS-PP face à redução do IRS

Em comunicado, o PS acusa a AD de romper com o diálogo "em curso" sobre as várias propostas de IRS. Em questão está uma proposta "sem qualquer impacto" na classe média, frisa o grupo socialista.

Observador |  | Fuente original

Moçambique deve ser visto como "preferencial" para investimentos

O presidente moçambicano defendeu que o país deve ser visto como um destino para investimentos tirando proveito do potencial em vários setores e assumindo um compromisso global com os seus parceiros.

Observador |  | Fuente original